Arquivo do blog

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Palavras ao ventre


Palavras de delicadeza que esta parte exige muita atenção
amor carinho beijos
e uma certa dose de paixão
Não esta que aprisiona os homens 
aquela de proteção e você me pergunta agora
-Pra que tanta preocupação?
Se é apenas um cabide,
Olha a forma meu irmão!!
As formas arredondadas remete ao feminino .
a mulher que nos da colo, peito amor sem pudor nenhum
Nós somos tão únicas, tão especiais que somente a forma já desperta 
cuidados, irmandade, empatia e tudo de bom;
as forças da natureza, muito amor e proteção.
E afinal por que este vermelho ai?
Pois é quase ai que fica o chakra da terra, 
o da aceitação;
aceitar que afinal,
 somos todos parecidos,
Olhos nariz orelhas boca, 
a humanidade inteira tem.
Mais um pouco la em cima, 
o chakra da criatividade 
a parte que achamos as saídas 
e desamarramos o nós 
que nos prendem 
ate ao passado, 
Namastê!
( como qualquer obra de arte, esta também não tem fim)
fiquei copiado pois 
nem eu sabia ao certo
aquilo que escrevi
sigo nela 
passo a passo
uma hora acaba.


Nenhum comentário:

Postar um comentário