terça-feira, 19 de maio de 2015

outono em branco e preto

 
As cores são variações
do branco e  preto
a foto do banco vazio
me lembra a canção
solidão é água
que cobre tudo
um banco vazio
a falta de alguém



O mesmo banco ocupado
pela moça pensativa
solitária também,
imersa em seus pensamentos
nem vê que
alguém segue o caminho
olhando pra ela.
cega de tanto ver
tanta beleza
bela ela mesma
ele a olha
só a ela vê.


O esporte
se faz a noitinha
antes de escurecer
na praia vazia,
na ilha vazia,
na chuva torrencial
que cai sem aviso,
 horizonte escuro
 chumbo.
 


domingo, 17 de maio de 2015

domingo de videos

 
Sucessivas marés revolveram a areia
trouxeram pedras que
ou não estavam aqui
ou há muito não se via.
 
 
O barco ancorado seguro
os filhos solaram as amarras
ou nunca as tiveram
zarparam há muito.
Cada um para um canto ;
desta terra redonda
vou em busca dos dois
tempos em tempos
 
 
Podia ser um casal,
mas pensativos não se viam,
olhavam-na mesma direção
a poucas rochas de distância.

 
Os vídeos?
 Foram pra aniversariante,
que bem longe completa mais um ano
lutadora esta menina,
forte como rocha!!



sábado, 16 de maio de 2015

e logo choveu


a foto sem retoque 
a última antes da bateria descarregar
a água ainda possível de molhar
os pés
areia fria 
 outono
a manga curta foi pouco
o ar esfriou

quinta-feira, 14 de maio de 2015

ontem não foi um dia bom para voar

 
 
Ignoram o horizonte
se alçam ao céu escuro
venta
eu fotografo
vou embora
temerários penso eu
logo recolhem tudo e se vão
chove


pedacinho

Chove a toda a hora,
a toda a hora faz sol
ando feito boba
olhando as nuvens
pra achar
o que esta aí
pequeninho colorido
enfeitando a minha praia