domingo, 27 de julho de 2014

Domingo de Julho

Apesar de pouco a pouco anoitecer mais tarde
o frio nos empurra pra casa
no céu o que voa não são mais gaivotas
abutres sobrevoam a praia
esperando que alguma coisa seja devolvida
neste mar tão cinza
do sul só se vê a chegada de mais frio
ninguém ousa caminhar neste vento
A praia envolta no inverno espera
a primavera não tarda agora
 poucos meses nos separam dela. 
 


sexta-feira, 25 de julho de 2014

inverno luminoso

 Uma da tarde o mar varreu a praia Grande,
 um surfista solitário 
na Prainha,
fazia manobras que eu fiquei encantada.
Pena não ter filmado
um 360* a gente mesmo aqui,
 não vê a toda a hora. 
 
À  tardinha o frio apertou e tinha gaivota
tinha avião,
barco, nuvem de frio
e a nossa bandeira
hora tremulava hora não,
feliz de ver e partilhar com Anna!


sexta-feira, 18 de julho de 2014

as crianças

Três meninos apostam corrida
o final são pinotes e cambalhotas
o sol de inverno ajuda
chutes a gol, bicicleta e lá vão os três,
intercalando as brincadeiras de rua com o videogame
Tudo lhes da alegrias,
são todos morenos de pele, mesmos os de cabelo mais claro;
entre eles a menina, desce da árvore
calada como quase nunca esta.
Faz tudo o que eles fazem e mais, ordena!
Eles acatam sem problemas.
Fico pensando, como ela é aceita tão tranquilamente?
Talvez por nos conhecer desde sempre
  quando chega corre para procurar o amigo.
De família de lindas mulheres
ela não foge a regra
pele branca cabelos muito louros
e olhos tão azuis
contrasta com tanta morenice.
A brincadeira acabou
Um dos garotos voltou pra sua casa
Deixa na casa dos avós o silencio e sorrisos.
De alegria por ter ficado tanto tempo,
Eu sinto saudades
 dos meus que cresceram.