Arquivo do blog

terça-feira, 14 de junho de 2016

olhando para o continente


Que esta ilha me da uma 
linda visão
ampla do meu País 
 esta gigante nação
plural em seus problemas
singular na solução
quando não interessa nada é divulgado
aí no meio, bem pra dentro
aonde a gente nem vê;
existe outra nação.
Lá ocorre um drama
chacina nem sempre silenciosa
 bem orquestrada,
sistemática,
Há séculos vem acontecendo.
Daqui não da pra ver
mas por aqui também já existiu 
gente linda morena; 
Agora? Quase mendigos 
perderam suas origens
sua história
não podemos deixar acontecer
de novo 
não.
Bom o barco estava passando
eu bati a foto
mas a notícia 
veio lá de dentro
do meio do meu País!


domingo, 12 de junho de 2016

Vasto


Primeiro a vontade de ficar
debaixo do acolchoado,
depois o sol.


Insiste ilumina 
a nesga da minha janela
reluto mas vou. 


Na caminhada
a gente descobre
o calor que vem de dentro
camadas de roupa despidas.


Passo a passo
vemos 
aonde a super maré
chegou;
devolveu a areia da praia,
as pedras se cobrem com ela
de frio!!

domingo, 5 de junho de 2016

Itaguaçu


Passei por la ontem
neste mesmo cantinho
agora bem diferente
nem a bica tem mais.
A restinga se recuperando
a passarela em construção
e eu pensei,tão bonito! 
Vontade de pintar
agora lavando louça,
paro e venho pra sala 
olha só quem esta pendurado 
desde 2001
o canto de Itaguaçu
que de memória pintei,
Bem longe daqui,
em um daqueles invernos 
de neve e brancura;
aonde não me encaixava
e desandava a pintar. 
Muitas marinas 
pintei 
que foram expostas e tal 
mas esta voltou comigo
e enfeita a minha casa
fazes da vida
fazes de pintar.
Ficou gravada
a mente 
mente
engana
surpreende
ta aí.

sábado, 4 de junho de 2016

mais além


Cada ponto minúsculo na foto é um surfista;
altas ondas?


O passeio sendo feito
no fundo o rancho
tanta madeira!


Ubatuba e a construçao;
o gari segue varrendo
o que o mar devolve!


Outro rancho
Itaguaçu ou Forte
os pescadores reunidos
almoçam,
a bandeira tremula 
trêmula
na ponta da taquara.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

vazante, espera, meio de locomoção e o exercício de aprendizado


Na boca do rio
maré vazante
eles esperam 
imóveis
durante muito tempo
quando se movem
são muito lentos
devagar
pra não espantar 
as tainhas


 Meio de locomoção
tem bicicleta pra todos os lados.


Seus donos estão lá...


Enquanto isto 
o menino,
embaixo da ponte, 
exercita o lance
uma duas três
até a rede deitar 
redonda na água.


terça-feira, 31 de maio de 2016

sob medicação


Me importo,
cuido medico
e some
chamo ele sempre corre
ao meu alcance
hoje nada.



Viram na praia
aonde vai todo o dia
brincando ou vendo a pesca
sociável
todos o chamam pelo nome.


Brinca mas nunca some,
esta sendo medicado,
só anda de carona comigo
não da um passo se eu estou perto.


Choraminga
faz dengo
e ganha a carona. 
Aproveito e la vai a pilula 
boca abaixo
nem liga.


Amanhã é dia de voltar 
pra ver omo esta!
Vira lata!!
Já tem cama em dois vizinhos;
em nenhum está
fica sem remédio
fico sem sossego.