segunda-feira, 1 de setembro de 2014

as botas de chuva

esperando a dona voltar guardam
telas, rolos de papel
o bambolê também espera
e o fundo do relógio sem ponteiros 
é pra ninguém ficar marcando a hora 
um dia volta 
em outra estação 
cheia de novidades

domingo, 31 de agosto de 2014

pelo avesso

Os cuidados os telefonemas as visitas
as cucas, bolos, sucos, queijos 
que pra mulheres gulosas tem tanta importância!
Ficamos as duas aqui
Anna e eu e as ligações
os suspiros agora farão parte.
Estamos mais silentes
não se ri mais á toa
mesmo estando em casa.
Ontem fomos pra minha, 
saudades da minha cama.... 
dos programas da TV
do meu gato,
que dormiu dentro da prateleira 
sobre as minhas blusas de la
chamei mas não adiantou.
O cão tão fofo, cordato, amigo; 
fica deitado no tapete da sala ,
a dois palmos do gato,
ignora como se o outro nem estivesse lá
impassível o gato também não arreda pé!
Eu? vou tratar da vida,
a casa fechada,
o atelier precisa ser reorganizado
a filha deixou seu material la.
Projetos suspensos não aconteceram,
o tempo passou e eu deixei
Esta minha pressa interior
atropelo meus próprios sonhos.
a calma é a qualidade a ser conquistada
escrita na parede da cozinha
aqui na Anna esqueci completamente
hoje de manhã li alto ao tomar o meu café
tinha esquecido completamente
nem faz tanto tempo assim
paciência e fé viu Fê!!
O buraco no peito 
acho que fica. 

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

marés madeira recolhimento

Os olhos sempre atentos
prestando a atenção em qualquer mudança
são todos tão velhinhos
eu aqui 
a irmã lá
o mais difícil coube a ela
eu impotente tento manter 
tudo aqui na paz, em ordem
mas tem uma tosse insistente 
que me aflige.
Logo estaremos la 
só falta o diagnóstico
nunca vi tanta demora 

terça-feira, 26 de agosto de 2014

depois da partida

Aqui em casa o passeio é obrigatório principalmente 
se o céu esta azul e a clima convida.
A surpresa boa foi a garcinha pousada na pedra 
me encheu de esperança e alegria.
A praia esta ali
esperando por nos
só falta espantar o frio 
interior
vai passar!!

domingo, 24 de agosto de 2014

a garcinha

Ficava la entre a prainha e a praia Grande
sempre procurando o que comer
agora à quando fui dar o nosso passeio
da tardinha
vi uma fogueira 
curiosa fui fotografar.
Só chegando perto que vi
a Garcinha ardendo sobre as chamas
fiquei com o coração apertado
não sei do que morreu!
 Alguém resolveu fazer um sacrifício pagão, 
em respeito a sua beleza em vida não vou 
mostrar as fotos.
Fica ai o que vale a pena se ver 
o triste e feio os jornais mostram a toda a hora 
chega de tristeza.

sábado, 23 de agosto de 2014

pra distrair

o barco a venda
na Enseada
o passei solitário no braço de terra
Ubatuba modificada

as raízes 
que as consecutivas ressacas desenterraram

O passeio em Ubatuba em frente a pista de skate
e o brinquedo mais divertido
empinar pipa
precisa ser bom com pouco vento